excessos na luta contra o terrorismo - Mundo - iG" /

Ex-chefe militar do Peru diz que houve excessos na luta contra o terrorismo

Lima, 4 jul (EFE).- O ex-comandante-geral do Exército do Peru Pedro Villanueva admitiu hoje que foram cometidos excessos na luta contra o terrorismo durante o regime de Alberto Fujimori (1990-2000), no marco do julgamento por violação dos direitos humanos contra o ex-presidente do país.

EFE |

Em seu testemunho para a Vara Penal Especial, Villanueva disse que "neste tipo de guerra, no mundo todo, são cometidos excessos por causa da natureza desta luta", ao insistir em que estes foram devidamente investigados.

Quando o advogado da parte civil Carlos Rivera lembrou a ele vários crimes de lesa-humanidade em diversas localidades de Ayacucho, o epicentro do conflito armado no Peru (1980-2000) e reduto do grupo maoísta Sendero Luminoso, o ex-militar respondeu: "É verdade que houve desaparecimentos, mas também houve muitos heróis em nosso Exército".

Hoje, o tribunal também decidiu que Vladimiro Montesinos não se apresentará como testemunha, ao rejeitar um pedido do advogado defensor de Fujimori, César Nakazaki, para que o ex-assessor de inteligência volte a comparecer.

Na quarta-feira, a Vara Penal Especial declarou nulo o testemunho de Montesinos, dois dias depois que este anunciou que não faria mais declarações, apesar de que inicialmente rejeitou a se abrigar no seu direito a guardar silêncio. EFE wat/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG