Ex-chefe de Estado do Khmer Vermelho acusado de genocídio

O ex-chefe de Estado do regime dos Khmer Vermelho no Camboja (1975-79) Jieu Samphan foi acusado de genocídio por um juiz do tribunal de Phnom Penh, patrocinado pela ONU, anunciaram fontes oficiais.

AFP |

Jieu Samphan, 78 anos, que se apresenta como um intelectual patriota afastado do "núcleo dirigente" secreto do Khmer Vermelho, foi informado da acusação nesta sexta-feira.

"Ele foi levado para Corte e informado de que as acusações contra ele foram ampliadas para genocídio contra os vietnamitas e (a minoria muçulmana) os chams", declarou uma fonte oficial.

Quase dois milhões de pessoas, 25% da população do Camboja na época, morreram em consequência da tortura, esgotamento e desnutrição sob a ditadura de Pol Pot.

dla/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG