Ex-chefe da CIA na Argélia acusado de agressão sexual

Agentes federais estão investigando o ex-chefe da representação da CIA na Argélia, anunciou o departamento de Estado americano depois de uma deúncia de abuso sexual divulgada pela imprensa americana.

AFP |

O investigado, um homem de 41 anos convertido ao Islã e que ocupava o posto até setembro de 2007, foi substituído em outubro depois que duas mulheres o acusaram de ter sido supostamente drogadas e estupradas.

Ambas prestaram testemunho sob juramento em função de um possível julgamento, que teria início em fevereiro.

Um porta-voz da CIA se negou a identificar o agente e não quis confirmar a investigação aberta quando indagado pela AFP.

As acusações podem implicar um golpe na imagem dos Estados Unidos no exterior num momento em que o presidente Barack Obama tenta restabelecer "uma nova forma de relacionamento, baseada no interesse e respeito mútuos" com o mundo muçulmano.

lum/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG