Ex-BBB britânica com câncer não morrerá diante das câmeras, diz agente

Londres, 21 fev (EFE).- A ex-participante da edição britânica do Big Brother Jane Goody, que tem câncer cervical e apenas algumas semanas de vida, não morrerá na frente das câmeras de televisão.

EFE |

É o que promete seu relações públicas, Max Clifford, um dos mais influentes do Reino Unido e citado hoje pelo jornal "The Guardian".

Goody, de 27 anos, "talvez vá querer conceder uma entrevista a Piers (Morgan, famoso jornalista britânico) para a emissora "ITV' e, quem sabe, fazer algum trabalho beneficente, mas não mais do que isso".

"A telerrealidade só consegue suportar a realidade até certo ponto", acrescentou Clifford.

A jovem britânica, que se casará de "última hora" neste domingo com Jack Tweed, também ex-participante do Big Brother e que está em liberdade vigiada por ter golpeado um adolescente com um taco de golfe, vendeu à revista "OK!" as fotos exclusivas do casamento por cerca de 780 mil euros.

Por sua vez, a emissora "Living TV" pagou o equivalente a 110 mil euros pelos direitos de transmissão da cerimônica, tema de várias reportagens publicadas em tablóides de todo o país.

Clifford reconhece que algumas pessoas talvez não acreditem nesse casamento, mas para ela, que está morrendo, "é muito real, e talvez seja a única em que fixa sua atenção".

"É algo que lhe dá enorme prazer", pois lhe permite "seguir desfrutando da vida num momento em que é desesperadamente difícil para ela", acrescentou o RP.

O dinheiro que Goody obtiver em suas últimas aparições públicas será para assegurar o futuro dos dois filhos que tem de uma relação anterior, afirmou seu agente. EFE jr/SC

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG