Tamanho do texto

Washington, 15 mai (EFE).- Karl Rove, ex-alto assessor do ex-presidente dos Estados Unidos George W.

Bush, foi interrogado hoje por uma promotora especial que estuda apresentar acusações contra representantes desse Governo por um escândalo no Departamento de Justiça do país.

Rove se reuniu com a promotora especial, Nora Dannehy, no escritório de seu advogado, Robert Luskin. Nenhuma das partes fez declarações à imprensa.

Dannehy busca evidências para saber se serão apresentadas acusações contra representantes da Casa Branca de Bush pela destituição de vários procuradores federais em 2006.

O ex-assessor político e braço direito de Bush assegurou que cooperará com a investigação.

Rove tinha rejeitado depor em uma investigação interna anterior do Departamento de Justiça americano, que concluiu que a destituição dos nove procuradores teve motivos políticos.

O Governo Bush alega que afastou os procuradores por um trabalho insatisfatório. EFE mv/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.