Ex-aliado de Chávez denuncia atentado

Caracas - O ex-ministro da Defesa da Venezuela, Raúl Baduel, disse hoje que sofreu um atentado durante a madrugada, junto a seu filho, mas que ambos saíram ilesos, informou o canal de TV Globovisón

Ansa |

O general da reserva e ex-aliado do presidente Hugo Chávez, disse que se deslocava da cidade de Maracay, a cerca de 100 quilômetros de Caracas, à capital, quando seu veículo recebeu três impactos de bala na porta traseira.

"Foi sobre a marcha (...), o que pude avistar foi uma pessoa que saiu pela parte posterior esquerda, retirava parte do torso pela porta traseira esquerda, e disparava, pelo que pude ver presumo que era uma arma de curto alcance", disse.

Baduel denunciou na semana passada que era objeto de "perseguição" desde que se afastou do projeto político do presidente e responsabilizou Chávez caso perdesse a vida.

O ex -chefe militar encabeçou as operações que recolocaram Chávez no poder, após um fugaz golpe de Estado em abril 2002, e depois passou às filas da oposição.

Leia mais sobre: Chávez

    Leia tudo sobre: chávez

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG