Evo Morales voltará a cultivar coca se perder referendo na Bolívia

O presidente boliviano Evo Morales afirmou que se perder o referendo revogatório de seu mandato em agosto retornará a Chapare - onde nasceu - para cultivar coca, anunciou a imprensa local nesta segunda-feira.

AFP |

"Se confirmarem meu nome, terei mais dois anos e meio de mandato, mas caso contrário vou para Chapare, com meu 'cato' (superfície de 1.200 m2) de coca", afirmou o governante, que no dia 10 de agosto porá o cargo à disposição.

A resistência do então camponês Morales aos programas governamentais de erradicação da planta o elevou a líder local.

Morales, primeiro indígena presidente da Bolívia, semeou coca em Chapare, além de cultivar alimentos como banana e laranja, segundo sua biografia.

O governo central havia convocado por lei um referendo revogatório de mandatos do presidente, vice-presidente e dos nove governadores (seis deles opositores), com a idéia de minimizar a crise política na Bolívia.

jac/pz/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG