Evo Morales tem 65% de apoio no referendo, depois de 75% dos votos computados

O presidente da Bolívia, Evo Morales, tem 65% dos votos a favor, após 75% dos votos computados no referendo de domingo, que colocou em jogo seu cargo e de mais oito governadores regionais, segundo relatório parcial da Corte Nacional Eleitoral (CNE) desta terça-feira.

AFP |

"Até agora, Morales confirma sua gestão", ressaltou o documento.

O tribunal eleitoral também informou que os governadores da oposição Rubén Costas, de Santa Cruz (com 68%); Ernesto Suárez (Beni, 65%), Mario Cossío (Tarija, 58%) e Leopoldo Fernández (Pando, 56%) também confirmaram seus mandatos. O mesmo conseguiu o governista Mario Virreira em Potosí, com 66%.

A CNE explicou que os votos já apurados nas cinco regiões somam 75% em Santa Cruz, 41% em Beni, 100% em Tarija, 97% em Pando e 32% em Potosí.

As autoridades regionais que estão perdendo são os governadores da oposição José Luis Paredes de La Paz (com 62% de votos contra), Manfred reyes Villa de Cochabamba (com 62% de "não") e o governista de Oruro, Alberto Aguilar (52%).

Para estes três casos, a contagem está em 87% dos votos apurados (La Paz), 86% (Cochabamba) e 77% (Oruro).

A CNE anunciou que os resultados oficiais e finais estariam prontos em 15 ou 20 dias.

Leia mais sobre Bolívia

    Leia tudo sobre: bolívia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG