Evo Morales propõe acabar com o sistema capitalista para salvar o mundo

O presidente da Bolívia, Evo Morales, propôs nesta segunda-feira na ONU a outros dirigentes indígenas do mundo uma série de medidas para salvar o planeta e a humanidade através da supressão do capitalismo.

AFP |

"Se quisermos salvar o planeta de verdade, é preciso exterminar o sistema capitalista", afirmou Morales ao inaugurar o Foro Permamente da ONU sobre Questões Indígenas, diante de centenas de representantes de todo o mundo.

O presidente boliviano, um indígena da etnia aymara, propôs "dez mandamentos para salvar o planeta, a humanidade e a vida".

A primeira das medidas preconizadas por Morales sob os aplausos de outros representantes indígenas é "acabar com o sistema capitalista", principal responsável, segundo ele, pelas mudanças climáticas.

As outras medidas apresentadas por Morales incluem renunciar às guerras, um mundo sem colonialismo e garantir o acesso de todos à água.

Morales também declarou que é um erro promover os biocombustíveis porque estes encarecem os alimentos.

ltl/jb/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG