Evo Morales em greve de fome

O presidente da Bolívia, Evo Morales, se declarou nesta quinta-feira em greve de fome junto com dirigentes sindicais e sociais, em protesto contra a demora do Congresso em aprovar a lei que permita realização de eleições no final do ano, nas quais Morales tentará ficar no poder até 2015.

AFP |

"Diante da negligência de um grupo de parlamentares, fomos obrigados a adotar esta medida de jejum voluntário", disse Morales, em discurso pronunciado no palácio de Governo de La Paz.

Além disso, um documento do partido governista Coordenadora Nacional pela Mudança (Conalcam) advertiu: "Nós nos declaramos em greve de fome junto a Morales e outros líderes da unitária Central Operária Boliviana (COB).

O fato acontece no momento em que o Congresso debate, em meio a fortes disputas entre governismo e oposição, uma nova lei eleitoral

rb/lm/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG