Evo Morales e Fernando Lugo vão celebrar em Assunção fim da guerra do Chaco

Os presidentes da Bolívia, Evo Morales, e do Paraguai, Fernando Lugo, vão celebrar no próximo mês, em Assunção, o 74º aniversário do fim da Guerra do Chaco, que ambos países enfrentaram entre 1932 e 1935 e que deixou 100.000 mortos, revelou nesta sexta-feira uma fonte oficial.

AFP |

"Esperemos celebrar em um mês o fim das hostilidades da Guerra do Chaco, desta vez em território paraguaio, e o presidente Morales comprometeu-se a estar presente", anunciou o ministro boliviano da Defesa, Walker San Miguel, citado pela agência de notícias governamental ABI.

Morales celebrou em junho do ano passado com o ex-presidente paraguaio Nicanor Duarte o 73º aniversário do fim das hostilidades num quartel boliviano ao sul do país, para onde também foi Lugo na qualidade de presidente eleito.

Morales e Lugo selaram no final de abril passado em Buenos Aires um acordo que fixa os limites de 730 quilômetros de fronteira, o que foi conseguido com a mediação da Argentina.

Bolivianos e paraguaios se enfrentaram numa guerra no começo da década de 30, com a Bolívia obrigada, ao final, ceder ao vencedor 234.000 quilômetros quadrados de seu território.

jac/cd/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG