Evo Morales é confirmado no cargo, assim como principais prefeitos da oposição

O presidente da Bolívia, Evo Morales, foi confirmado no cargo no referendo deste domingo, segundo pesquisa de boca-de- urna, o mesmo acontecendo com os os principais prefeitos (governadores) da oposição - Rubén Costas (Santa Cruz), Mario Cossío (Tarija), Ernesto Suárez (Beni) e Leopoldo Fernández (Pando).

AFP |

Falta confirmar, ainda, a situação dos prefeitos de La Paz e Cochabamba (José Luis Paredes e Manfred Reyes, ambos opositores). O único que não conseguiu ficar no cargo foi o prefeito de Oruro, Alberto Luis Aguilar (governista).

Estão programados atos de celebração nos departamentos governados pela oposição.

Morales anunciou que fará um pronunciamento ainda hoje para comentar o resultado.

O referendo se desenvolveu com tranqüilidade em todo o país, com poucos incidentes isolados.

O presidente Evo Morales recebeu 60% dos votos a favor e 40% contra, segundo pesquisa de boca-de-urna divulgada pelo canal de televisão PAT, com base em cálculos do grupo Captura Consulting, e com margem de erro de 5%.

Uma segunda pesquisa de boca-de-urna, transmitida pela rede privada ATB, assinalou que o presidente teve a seu favor 56,7% dos votos, confirmando também que foi ratificado.

jlv/pz/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG