O presidente da Bolívia, Evo Morales, denunciou neste domingo um golpe de Estado militar em Honduras contra o presidente Manuel Zelaya, e conclamou a comunidade internacional e movimentos sociais a condenarem esta aventura antidemocrática.

"Faço um apelo a organismos internacionais, a movimentos sociais, a presidentes a condenarem e repudiarem este golpe de estado militar em Honduras", disse Morales à imprensa, no palácio presidencial. "Já não estamos mais no tempo das ditaduras", acrescentou.

jac/pz/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.