Evo Morales deixa hospital de Cochabamba após passar por check-up

Segundo as equipes médicas, o presidente da Bolívia está "muito bem de saúde"

EFE |

O presidente da Bolívia, Evo Morales, deixou no sábado à noite a clínica da cidade central de Cochabamba, na qual havia sido internado de surpresa 24h antes para fazer um check-up, e conforme os especialistas que o atenderam o governante está com "boa saúde", informou neste domingo a imprensa oficial.

A internação não havia sido anunciada, o que obrigou a suspender de última hora três discursos de Morales previstos para manhã de sábado na cidade andina de El Alto, para inaugurar obras públicas.

Morales foi substituído pelo vice-presidente, Álvaro García Linera, quem revelou que a hospitalização de Morales foi para fazer exames de rotina. "Seu estado de saúde é estável, sem alterações. Ele está muito bem de saúde", afirmou o pneumologista Mauricio García, irmão do vice-presidente, à agência oficial "ABI".

O boletim médico habilita Morales, de 52 anos, a "voltar a sua rotina normal", incluindo as jornadas de trabalho de até 15h e suas frequentes atividades esportivas, após as 24h na clínica privada Las Oliveiras, onde já foi submetido em 2011 a uma operação no joelho esquerdo.

De acordo com o Governo, o líder de origem aimara foi examinado por quatro especialistas que mediram sua pressão arterial, fizeram eletrocardiogramas e análises laboratoriais. A única recomendação após a bateria de exames foi maior cuidado com a alimentação, entre estes regularizar os horários das refeições.

    Leia tudo sobre: BOLÍVIA GOVERNO

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG