Evo Morales critica ataques de Israel sobre Gaza

La Paz, 1 jan (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, criticou com veemência os ataques de Israel na Faixa de Gaza e disse que o país deve dar um fim ao que chamou de humilhações ao povo palestino.

EFE |

Em declarações concedidas em Cochabamba, o governante reiterou seu repúdio à "invasão criminosa contra o povo da Palestina" e pediu à ONU que tome medidas para cessar os ataques israelenses.

Para Morales, a ofensiva sobre Gaza é "selvagem, desumana e criminosa".

Os bombardeios foram iniciados por Israel em 27 de dezembro e já provocaram mais de 400 mortes, das quais 40% são de civis, além de cerca de 2.000 feridos.

Morales disse que é preciso "fazer de tudo para evitar uma guerra" entre israelenses e palestinos. Além disso, alfinetou os Estados Unidos e afirmou que este país estaria por trás dos ataques.

"Israel deve se retirar e precisa mudar suas políticas. Já o Governo dos EUA não pode seguir usando um país como Israel para invadir nações que estão em processo de libertação", disse. EFE lav/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG