PORLAMAR, Venezuela (Reuters) - O presidente da Bolívia, Evo Morales, afirmou neste domingo que as negociações para nacionalizar empresas privadas do setor elétrico vão bem e que também busca nacionalizar o setor ferroviário do país. Entre as afetadas, estão elétricas subsidiárias de companhias francesas e britânicas.

"As informações que tenho é que essas nacionalizacões vão bem", disse ele em Isla Margarita, na Venezuela, onde líderes sulamericanos e africanos participam de uma cúpula.

O presidente boliviano informou, no entanto, que o governo irá indenizar as empresas que forem afetadas pela medida.

"Temos a obrigação de devolver o investimento que elas fizeram. Isso vai depender de auditorias, de levantamentos que serão feitos por técnicos", disse Morales, que vai buscar reeleição em dezembro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.