Cerca de 20 mil voluntários ajudaram na distribuição

selo

Cerca de 20 mil voluntários ajudaram na distribuição O montante de um milhão de livros, de autores como Gabriel Garcia Márquez e John Le Carré, estava sendo distribuído neste sábado na Grã-Bretanha e na Irlanda na inauguração do evento "World Book Night". A distribuição era feita por 20 mil voluntários e pelos organizadores, em ruas, albergues para sem-teto, prisões, pubs e hospitais, com o objetivo de incentivar a leitura. Cada voluntário escolheu 48 cópias de 25 títulos e passou-os adiante para outras pessoas, inclusive amigos.

Voluntária distribui livros em Londres
Reuters
Voluntária distribui livros em Londres
Os 25 títulos incluem romances de diferentes estilos e nacionalidades e foram escolhidos por um comitê de vendedores de livros, bibliotecários e membros da mídia, inclusive da BBC.

A ideia recebeu o apoio de autores, mas livreiros independentes advertiram que o evento poderia prejudicar futuras vendas.

Já o autor Philip Pullman, que tem um de seus livros sendo distribuído no evento, acredita que o "World Book Night" pode incentivar as pessoas a comprarem ainda mais livros.

O evento ocorre dois dias após a celebração do Dia Mundial do Livro, data criada pela Unesco (braço da ONU para a educação e a cultura) e celebrada na Grã-Bretanha e na Irlanda.

Fechamento de bibliotecas
Na sexta-feira, a festa de lançamento do "World Book Night" contou com artistas diversos, e alguns aproveitaram a ocasião para criticar o fechamento de bibliotecas na Grã-Bretanha em decorrente da crise econômica.

A escritora Edna O'Brien, que fez sessões de leitura durante o evento, disse que "se os jovens pararem de ler, a banalidade vai se proliferar como uma praga".

Mas ela agregou que ficou contente com as milhares de pessoas que compareceram à sua sessão de leitura.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.