Evasão: UBS entregou à justiça americana dados sobre 70 clientes

O banco suíço UBS, objeto de investigação nos Estados Unidos por suposta evasão fiscal, entregou à justiça americana informações sobre 70 clientes americanos, indicou nesta segunda-feira o jornal Washington Post, citando fontes próximas ao assunto.

AFP |

Com a decisão, o UBS rompe a velha tradição dos bancos suíços de proteger a identidade de seus clientes, observou o jornal.

Há dois meses, as autoridades americanas investigam os americanos que abriram contas na Suíça sem declará-las ao Fisco de seu país, mas até agora não sabiam sua identidade, segundo as fontes do WP.

Os bancos suíços são conhecidos por proteger a identidade de seus clientes, divulgando informações somente em caso de investigações na Justiça de outros países e que se refiram a contas identificadas.

Interrogado pelo jornal, um porta-voz do UBS não quis comentar as informações.

Em julho, a justiça dos Estados Unidos havia autorizado que o Fisco pedisse ao UBS os nomes de contribuintes americanos suspeitos de evasão fiscal, depois que um ex-banqueiro do UBS, Bradley Birkenfeld, admitiu ter ajudado clientes ricos a evadir milhões de dólares em impostos.

Na questão penal, as autoridades americanas obtiveram, por outro lado, a identidade de trinta titulares de contas no UBS não declaradas, de acordo com o WP.

Os investigadores também teriam obtido informações sobre as práticas da União de Bancos Suíços, afirmou o jornal.

aa/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG