Evacuação de passageiros do navio encalhado na Letônia é concluída

Moscou, 5 mai (EFE).- As autoridades da Letônia concluíram hoje a evacuação dos passageiros do ferry Mona Lisa depois de fracassarem todas as tentativas de retirá-lo do banco de areia onde ficou encalhado, perto do litoral da Letônia, informou o serviço de Guarda Costeira do país.

EFE |

Os passageiros do Mona Lisa foram evacuados em dois navios da Marinha letã e transferidos à cidade portuária de Ventspils, no noroeste do país, a partir de onde viajarão em trem para Riga, capital da Letônia, para voltar a seus países por via aérea.

Liene Ulbina, do Serviço da guarda-costeira, explicou que os navios Varonis e Virsaitis evacuaram os 651 passageiros e 11 tripulantes do Mona Lisa.

O restante dos 322 membros da tripulação permanece no ferry, por decisão do capitão, para continuar com as tentativas de liberar o navio do banco de areia, disse a porta-voz à agência "Baltic News Service".

A agência observou que os turistas, a maioria alemães, "desembarcavam" sorridentes e sem se preocuparem pelo ocorrido.

A decisão de evacuar o ferry foi adotada hoje pelo capitão devido ao vento que passou a atingir a região e que tornava "não recomendável" a permanência a bordo de seus ocupantes, um total de 651 passageiros e 333 tripulantes.

O navio ficou encalhado em um banco de areia no estreito de 27 quilômetros de largura, que separa a ilha estônia de Saaremaa do golfo de Riga e através do qual passam os navios de passageiros e mercantes que se dirigem da capital letã a Estocolmo. EFE se-egw/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG