Os eurodeputados rejeitaram nesta quarta-feira um projeto dos 27 Estados membros da União Européia (UE) que autoriza sob certas condições que os europeus trabalhem mais de 48 horas semanais.

Numa votação em segunda leitura, os eurodeputados pediram aos 27 países da UE que revise o acordo negociado em junho passado.

O futuro do texto, contra o qual se manifestaram milhares de sindicalistas de toda a Europa, fica agora pendente de um difícil procedimento de conciliação entre o parlamento europeu e os Estados membros.

yo/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.