Europarlamento perto de ter primeiro presidente de um país do leste

O conservador polonês Jerzy Buzek está a um passo de se tornar o primeiro presidente do Parlamento Europeu procedente de um antigo país comunista, após um acordo concluído entre as duas principais forças da Casa.

AFP |

Os partidos conservador e socialista concordaram em dividir a presidência do Europarlamento na próxima legislatura de cinco anos. O Partido Popular Europeu (PPE), a principal força política, assumirá o cargo durante a primeira metade.

"Há um acordo técnico", afirmou o porta-voz da nova Aliança Progressista de Socialistas e Democratas, o bloco socialista que mudou de nome depois das eleições de junho, nas quais permaneceu como a segunda força.

O nome do ex-premier polonês, o conservador Buzek, é o único citado publicamente, depois que o italiano Mario Mauro, um protegido do primeiro-ministro Silvio Berlusconi, se retirou da disputa.

O novo presidente, que sucederá o alemão Hans-Gert Poettering, será nomeado pelo Parlamento na sessão inaugural, de 14 a 16 de julho.

bur-app/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG