Europa acerta pacote de 750 bilhões de euros para defender moeda comum

SÃO PAULO - Os ministros das Finanças da União Europeia anunciaram um mecanismo de assistência financeira para garantir a estabilidade do euro. Com a participação do Fundo Monetário Internacional (FMI), o acordo envolve 750 bilhões de euros.

Valor Online |

SÃO PAULO - Os ministros das Finanças da União Europeia anunciaram um mecanismo de assistência financeira para garantir a estabilidade do euro. Com a participação do Fundo Monetário Internacional (FMI), o acordo envolve 750 bilhões de euros. Além de defender o euro, a ideia é que os recursos atendam às necessidades dos países europeus com problemas de solvência. As economias da zona do euro vão ter acesso a 440 bilhões de euros em garantias de empréstimos mais 60 bilhões de euros de financiamento emergencial da Comissão Europeia. O FMI entra com 250 bilhões de euros. O jornal espanhol El País destacou que a adoção do mecanismo é a decisão histórica mais relevante desde a criação do euro, em 1999. O também espanhol Expansión observou, por sua vez, que o pacote de crédito é sem precedentes e a maior operação financeira da história para atacar a especulação contra a dívida soberana de alguns Estados-membros e para frear a queda da divisa europeia. Uma semana atrás, representantes europeus acertaram uma ajuda de 110 bilhões de euros apenas para a Grécia, socorro esse que também conta com contribuição do FMI, mas esse anúncio não ajudou a acalmar os participantes dos mercados financeiros. Com isso, houve momentos de grande turbulência nas bolsas de valores ao longo da semana, ante o temor de um contágio da crise da dívida grega a outras economias. (Juliana Cardoso | Valor, com agências internacionais)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG