Eurodeputados pedem que UE suspenda acordo de associação com Israel

Estrasburgo (França), 14 jan (EFE).- Os eurodeputados que viajaram à Faixa de Gaza pediram hoje à União Européia (UE) que assuma um papel protagonista no conflito do Oriente Médio e que suspenda a prevista intensificação de seu acordo de associação com Israel.

EFE |

"Não podemos aumentar as relações com Israel se os direitos humanos estão sendo violados desta maneira", afirmou a italiana Luisa Morgantini, em entrevista coletiva após o retorno dos oito membros do PE que foram a Gaza no domingo passado.

"Se mil mortos em poucos dias em um gueto não servem para se interrogar sobre os acordos de associação, de que serve esse papel, qual é a posição da Europa?", perguntou a belga Veronique de Keyser (PSE).

"A UE tem que deixar de ser um simples pagador e deve se transformar em um ator", afirmou o eurodeputado espanhol David Hammerstein, que lembrou que a Europa financiou infra-estruturas de todo tipo nos territórios palestinos e que depois "foram destruídas por Israel".

A italiana Morgantini considerou que o disparo de foguetes de Gaza para Israel é "um crime", mas insistiu em que o que ocorre nesse território palestino é uma violação de todas as normas sobre ajuda humanitária.

Morgantini ressaltou o "trabalho extraordinário" das agências das Nações Unidas em Gaza, apesar das dificuldades que enfrentam. EFE rcf/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG