cidade fantasma - Mundo - iG" /

Eurodeputados enviados à Geórgia asseguram que Gori parece cidade fantasma

Bruxelas, 20 ago (EFE).- Os eurodeputados do Partido Popular Europeu (PPE) Elmar Brok e Othmar Karas, que retornaram hoje de uma visita à Geórgia, asseguraram que a localidade de Gori (70 quilômetros ao noroeste de Tbilisi), parece uma cidade fantasma.

EFE |

Em entrevista coletiva, os parlamentares explicaram que apenas pouco mais de 10 mil pessoas ficaram na cidade, das cerca de 45 mil que viviam antes da explosão do conflito entre Geórgia e Rússia.

Segundo indicaram, alguns habitantes estão começando a voltar a seus lares nos últimos dias, mas a cidade sofre ainda com a falta de abastecimento de alimentos e remédios.

Brok assegurou que, no momento de sua visita à região, situada perto da fronteira administrativa da Ossétia do Sul, não havia tropas russas no local.

No entanto, explicou que durante sua viagem de Tbilisi até Gori, ontem, teve que passar por vários pontos de controle do Exército russo, o primeiro dos quais estava postado a cerca de 35 quilômetros da capital georgiana.

"Tudo parece bastante permanente, não dá a impressão de que haja uma retirada de tropas russas", indicou o eurodeputado alemão.

A delegação do PPE enviada à Geórgia se reuniu durante sua estadia no país com parlamentares e diversas autoridades, dentre as quais o presidente Mikhail Saakashvili.

Tanto Brok quanto Karas consideraram fundamental uma "retirada imediata" das forças russas de território georgiano, algo que não puderam ver durante sua estadia na zona.

Neste sentido, pediram à União Européia que envie um "sinal claro" a Moscou, da forma como foi feito ontem pelos países da Otan.

"A Geórgia tem que ser defendida frente à Rússia, que deve perceber que não pode fazer o que bem entende", assegurou Karas. EFE mvs/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG