EUA veem possível tempestade tropical no Atlântico

NOVA YORK (Reuters) - Um sistema de baixa pressão a sudoeste de Cabo Verde pode se transformar nos próximos dois dias no primeiro ciclone tropical da temporada de furacões do Atlântico, informou nesta segunda-feira o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês). A NHC disse que o sistema pode se tornar uma depressão tropical durante os próximos dois dias enquanto se desloca para oeste com velocidade aproximada entre 16 e 24 quilômetros por hora. Há uma chance média --30 a 50 por cento-- de que ele se transforme em uma tempestade tropical durante as próximas 48 horas.

Reuters |

Os modelos meteorológicos, porém, não esperam que o sistema ameace tocar terra nos próximos cinco dias. Ele se movimenta com direção oeste-noroeste no Oceano Atlântico.

Se o sistema se transformar em uma tempestade tropical com ventos de 62 a 117 quilômetros por hora, será chamado de Ana, a primeira tempestade com nome da temporada no Atlântico.

Neste mesmo período do ano passado, cinco tempestades já haviam sido batizadas na região do Atlântico.

O mercado de energia observa as tempestades que possam entrar no Golfo do México e ameaçar as plataformas norte-americanas de petróleo e gás natural e as refinarias ao longo da costa.

Da mesma forma, o mercado de commodities observa as tempestades que possam atingir culturas como algodão e frutas cítricas na Flórida e em outros estados ao longo da costa, em direção ao Texas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG