EUA vão discutir Zimbábue em reunião do Conselho de Segurança

KYOTO, Japão (Reuters) - Os Estados Unidos abordarão a possibilidade de aplicar sanções mais severas contra o Zimbábue no Conselho de Segurança das Nações Unidas, disse a secretária de Estado norte-americana, Condoleezza Rice, na sexta-feira. Rice disse, depois de uma reunião com ministros das Relações Exteriores do G8 em Kyoto, que há membros da comunidade internacional que acham que o Conselho de Segurança deve aplicar sanções contra o Zimbábue.

Reuters |

'Queremos abordar a questão do Zimbábue no Conselho e vamos ver o que ele vai decidir fazer', disse.

O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, desprezou os pedidos internacionais para abandonar o segundo turno das eleições das quais a oposição já desistiu. A votação está agendada para esta sexta-feira.

O líder opositor morgan Tsvangirai, que obteve mais votos do que Mugabe no primeiro turno em março, desistiu do segundo turno por temer violência e intimidações contra os seguidores de seu partido, o Movimento pela Mudança Democrática (MDC), por parte do ZANU-PF, partido de Mugabe.

(Reportagem de Susan Cornwell)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG