Berlim, 6 set (EFE).- As autoridades americanas decidiram unificar as duas missões que suas tropas cumprem atualmente no Afeganistão, a missão de paz da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), sob os auspícios da Aliança Atlântica, e a luta antiterrorista contra a guerrilha talibã no sul do país.

A revista semanal alemã "Der Spiegel" afirma em sua próxima edição que o atual comandante americano da Isaf, David McKiernan, assumirá no mês que vem o comando de todas as forças americanas no Afeganistão.

Com isso, McKiernan terá também o comando da operação antiterrorista "Enduring Freedom", que acontece principalmente nas províncias do sul do país e que fazem fronteira com o Paquistão.

O "Der Spiegel" acrescenta que Washington deve aumentar substancialmente sua presença militar no Afeganistão, com o envio até 2011 de 20.000 soldados a mais.

A revista disse ainda que, segundo um relatório do Pentágono, os Estados Unidos enviarão ainda este ano ao Afeganistão uma unidade suplementar de combate de 2.500 homens, que poderia chegar aos 4.000 homens. EFE jcb/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.