EUA transferirão milhares de detidos a autoridades do Iraque

Bagdá, 11 dez (EFE).- O Exército dos Estados Unidos passará, em fevereiro, milhares de detidos em suas prisões no Iraque às autoridades do país árabe, informou hoje o comando militar americano em comunicado.

EFE |

"Esse passo, o primeiro do tipo, vem em aplicação do pacto de segurança (entre EUA e Iraque) que estipula que as forças da coalizão devem libertar ou transferir seus detidos às autoridades iraquianas em 1º de fevereiro" de 2009, assinala a nota.

Esse pacto, assinado por Bagdá e Washington, regulará a presença militar americana no Iraque a partir de 1º de janeiro do próximo ano, quando expira o mandato concedido pelo Conselho de Segurança da ONU.

O comunicado explica que a transferência de presos foi tratada ontem pelo vice-primeiro-ministro iraquiano, Barham Saleh, e o comandante-em-chefe do Exército dos EUA no Iraque, general Ray Odierno.

O texto não especificou o número de detidos que serão transferidos às autoridades do Iraque, nem se a medida afetará também os dirigentes do regime do ex-ditador iraquiano Saddam Hussein que se encontram presos na atualidade.

Calcula-se que mais de 15.800 pessoas, a maioria sunita, estão retidas nas três principais prisões dos EUA no centro, sul e norte do Iraque.

A transferência dos réus ao Governo do primeiro-ministro xiita Nouri al-Maliki foi criticada pelo principal bloco sunita do Iraque, que pressionou o Executivo a libertar os detidos, a maioria dos quais não foram julgados. EFE am/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG