EUA transferem três prisioneiros de Guantánamo

Washington, 2 set (EFE).- Os Estados Unidos transferiram dois dos 260 prisioneiros que mantêm na Base Naval de Guantánamo (Cuba) para o Afeganistão e um terceiro para o Paquistão, informou hoje o Departamento de Defesa.

EFE |

Esta ação faz parte da política iniciada pelos EUA para analisarem os casos dos presos nesta prisão militar e tomarem uma decisão sobre sua detenção.

"Os EUA demonstram, portanto, que não desejam reter os detidos mais tempo do necessário", informa o Departamento de Defesa em comunicado.

Também destaca "o processo iniciado para avaliar cada indivíduo e tomar uma decisão sobre sua detenção, enquanto as hostilidades estão em andamento", acrescenta.

Após examinar seus casos, o Departamento de Defesa determinou que mais de 60 prisioneiros em Guantánamo podem ser selecionados para serem transferidos para outros países ou libertados.

No entanto, a saída destes prisioneiros está submissa às negociações em curso entre EUA e os países receptores.

Os presos de Guantánamo estão detidos sob a suspeita de serem terroristas ou de terem algum vínculo com organizações terroristas como Al Qaeda.

Atualmente, há aproximadamente 255 prisioneiros em Guantánamo.

EFE elv/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG