Tamanho do texto

WASHINGTON (Reuters) - Todos os passageiros da Nigéria, Iêmen, Paquistão, Afeganistão, Cuba, Irã e outros oito países em voo para os Estados Unidos serão revistados rigorosamente e terão sua bagagem inspecionada sob novas medidas de segurança que começam nesta segunda-feira nos EUA, informou o governo norte-americano. Todos os passageiros aéreos com destino aos Estados Unidos vindos desses países além de Sudão, Síria, Iraque, Líbano, Líbia, Somália, Argélia e Arábia Saudita enfrentarão maior rigidez nas revista aleatórias, sob as novas regras do Departamento de Segurança e Transportes dos EUA, com atenção especial dada a viajantes desses sete países.

As medidas serão aplicadas após uma tentativa fracassada de um nigeriano de explodir um voo entre Amsterdã e Detroit no dia do Natal. Segundo autoridades dos EUA, o suspeito foi treinado pela Al Qaeda no Iêmen.

Fontes do governo citaram um alto funcionário da administração Obama, chamando os procedimentos de inspeção de "medidas sustentáveis que são um importante aprimoramento na nossa postura de segurança".

Os sete países incluem os quatro na lista dos Estados Unidos de "Estados patrocinadores do terrorismo": Cuba, Irã, Sudão e Síria.

(Por James Vicini)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.