WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos irão suspender a transferência de prisioneiros da prisão de Guantánamo, em Cuba, ao Iêmen, disse a Casa Branca nesta terça-feira. O presidente norte-americano, Barack Obama, tem sofrido pressão política de congressistas para não mandar mais prisioneiros ao Iêmen após revelações de que o autor de um atentado fracassado a um avião que ia para Detroit teria recebido treinamento da Al Qaeda no Iêmen.

"Enquanto seguimos comprometidos com o fechamento da prisão (de Guantánamo), uma determinação foi dada para agora --qualquer transferência adicional para o Iêmen não é uma boa ideia", disse o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs.

(Reportagem de Steve Holland)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.