WASHINGTON (Reuters) - O Departamento de Estado norte-americano informou nesta terça-feira que vai interromper a emissão de vistos na embaixada de Honduras, exceto para imigrantes e casos de emergência, como parte da nova política em relação ao governo de facto hondurenho. Os Estados Unidos condenaram o golpe de 28 de junho, que depôs o presidente Manuel Zelaya.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.