EUA suspendem de maneira indefinida serviço de vistos no Paquistão

Islamabad, 25 set (EFE).- A Embaixada americana em Islamabad decidiu suspender de forma indefinida o serviço de vistos no Paquistão, e recomendou que seus cidadãos não viagem ao país após o ataque suicida contra o hotel Marriott, informou hoje um responsável da legação.

EFE |

O porta-voz Lou Fintor, citado pelas televisões locais, explicou que apenas as solicitações de visto recebidas até hoje serão tramitadas.

Além disso, a Embaixada dos EUA aconselha seus cidadãos a não permanecer no Paquistão inutilmente.

A decisão da legação americana se soma à tomada anteriormente pela Embaixada do Reino Unido, após o atentado contra o luxuoso hotel Marriott, perpetrado no sábado passado por um suicida.

A companhia aérea britânica British Airways, que operava diariamente no Paquistão, anunciou na segunda-feira passada que suspenderia todos os seus vôos ao país asiático.

O atentado contra o Marriott criou uma nova situação de ameaça no Paquistão, e algumas Embaixadas restringiram os movimentos de seu pessoal, enquanto muitos empresários estão cancelando suas viagens comerciais.

O suicida detonou os 600 quilos de explosivos que carregava em um caminhão na entrada do luxuoso hotel, matando 54 pessoas e ferindo outras 266.

O Ministério do Interior qualificou o ataque como o "maior atentado da história" do Paquistão. EFE igb/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG