EUA: senadores querem fechar bares mais cedo no dia da posse de Obama

Influentes senadores dos Estados Unidos pediram ao prefeito de Washington, Adrian Fenty, que revogue a decisão que estende o período da permissão da venda de álcool no dia 20 de janeiro, quando Barack Obama assume a presidência.

AFP |

"Com as projeções indicando que quatro milhões de pessoas planejam visitar a cidade (...), estamos profundamente preocupados de que os agentes de segurança fiquem sob intensa tensão", escreveram os senadores Dianne Feinstein (democrata) e Bob Bennet (republicano) em uma carta fechada enviada na terça-feira a Fenty.

A cidade de Washington havia aprovado no dia 3 de dezembro uma medida permitindo que os bares, restaurantes e clubes noturnos vendessem bebidas alcóolicas até as 05H00 da manhã e comida por período initerrupto, do dia 17 ao dia 20 de janeiro, quando acontecerá a posse do presidente eleito.

Normalmente, os bares de Washington fecham às 02H00 da manhã nos dias úteis e às 03H00 nos finais de semana.

vmt/ap/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG