EUA saúdam colaboração entre Afeganistão e Paquistão

CABUL - O subsecretário de Estado americano para o Sul da Ásia, Richard Boucher, de visita em Cabul, deu nesta quinta-feira boas-vindas à cooperação em matéria antiterrorista entre Afeganistão e Paquistão, cujos presidentes se reuniram nos últimos dois dias.

EFE |

Em entrevista coletiva em Cabul, Boucher classificou de "relação pessoal muito estreita" a que mantêm o presidente afegão, Hamid Karzai, e seu colega paquistanês, Asif Ali Zardari.

O diplomata americano mostrou seu desejo de que esta sintonia se traduza em "esforços concretos" por parte de ambos os governos para construir uma relação bilateral frutífera e abrir "oportunidades" a ambos os povos.

"Os dois governos mostram uma forte determinação de lutar contra o terrorismo e fazer com que seus cidadãos tenham certeza", expôs Boucher, que garantiu o apoio dos Estados Unidos.

O diplomata americano assinalou que "a única forma de derrotar" a ameaça do terrorismo é com uma estreita "cooperação" entre os dois países.

Boucher, que visitou Islamabad recentemente, constatou mais uma vez que o Exército paquistanês está lutando contra os insurgentes em suas áreas tribais, embora tenha admitido que houve apenas "pequenas mudanças" na conflituosa região da fronteira com o Afeganistão.

Zardari, acompanhado por uma delegação paquistanesa que também tinha o ministro de Relações Exteriores, Shah Mehmood Qureshi, aterrissou ontem em Cabul em sua primeira visita ao Afeganistão desde que se tornou presidente.

Apesar das complicadas relações entre ambos os países vizinhos nos últimos anos, Zardari e Karzai deram ontem uma entrevista coletiva conjunta na qual se comprometeram a lutar contra o terrorismo.

Em declaração conjunta, os dois países islâmicos mostraram seu desejo de abrir um novo "capítulo" em suas relações.

Hoje Zardari e Karzai continuaram com suas reuniões e visitaram a capital afegã, e, depois, o presidente paquistanês finalizou sua visita e voltou a Islamabad, segundo contou à Agência Efe um porta-voz presidencial afegão, Siamak Herawi.

    Leia tudo sobre: afeganistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG