O departamento de Estado americano anunciou nesta segunda-feira em comunicado ter imposto sanções a pessoas e firmas vinculadas ao pai da bomba atômica paquistanesa, A.Q. Khan.

A.Q. Khan vive em prisão domiciliar desde que admitiu ações de proliferação nuclear, vendendo tecnologia paquistanesa a países como a Líbia ou o Irã.

A nota diz que a medida será tomada em caráter preventivo.

sl/cha/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.