EUA sancionam mais pessoas e empresas ligadas a programa nuclear iraniano

Washington, 8 jul (EFE).- O Governo dos Estados Unidos impôs hoje sanções econômicas a mais quatro pessoas e a um igual número de empresas iranianas por sua suposta ligação com o programa nuclear do Irã.

EFE |

O Departamento do Tesouro americano, por meio do Escritório para o Controle de Bens Estrangeiros (Ofac, na sigla em inglês), incluiu Dawood Agha-Jani, Mohsen Hojati, Mehrdada Akhlaghi Ketabachi e Nasser Maleki em sua na lista de pessoas penalizadas.

As companhias Shahid Sattari Industries, Seventh of Tir, Ammunition and Metallurgy Industries Group (AMIG) e Parchin Chemical Industries também foram sancionadas.

As medidas restritivas, um instrumento do Governo de George W.

Bush para pressionar o Irã e fazer o país abandonar seu programa nuclear, abrangem o congelamento de ativos que as pessoas ou as entidades listadas possuem junto a bancos e outras entidades americanas.

Além disso, proíbem qualquer transação financeira ou comercial entre cidadãos ou empresas dos EUA com as pessoas e companhias incluídas na lista.

O Governo dos Estados Unidos, que afirma que o Irã domina tecnologia avançada para criar armas nucleares, também pressiona seus aliados para que isolem Teerã até que o programa nuclear iraniano seja suspenso. EFE ca/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG