EUA revogam concessão de vistos desde o atentado frustrado (oficial)

Os Estados Unidos decidiram revogar a concessão de vistos suplementares desde o atentado frustrado contra um avião no dia de Natal, informou nesta terça-feira o porta-voz do Departamento de Estado, Philip Crowley.

AFP |

"Revogamos vários vistos desde o dia 25 de dezembro, em seguida a informações ligadas a questões de terrorismo", disse ele durante o briefing diário no Departamento de Estado.

Umar Farouk Abdulmutallab, o nigeriano de 23 anos, acusado de ter tentado fazer explodir o voo Amsterdã - Detroit da companhia Northwest, dispunha de um visto regular para os Estados Unidos.

Crowley lembrou que os Estados Unidos haviam revogado desde os atentados do 11 de setembro de 2001 os vistos de cerca de 1.700 pessoas suspeitas de ter uma ligação com empresas terroristas.

No entanto, o porta-voz negou-se a precisar o número de vistos em questão.

cs/cel/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG