irresponsável - Mundo - iG" /

EUA: retorno de Zelaya a Honduras foi irresponsável

O retorno do presidente deposto, Manuel Zelaya, a Honduras foi irresponsável, declarou nesta segunda-feira o representante dos Estados Unidos na OEA, Lewis Amselem, em um aparente giro da posição de Washington sobre a crise.

AFP |

"A volta do presidente Zelaya a Honduras foi irresponsável e não serve nem aos interesses de seu povo nem aos interesses dos que buscam o restabelecimento pacífico da ordem democrática em Honduras", disse Amselem durante uma reunião extraordinária do Conselho Permanente da OEA.

Os 33 países da OEA se reuniram em caráter urgente para analisar a situação em Honduras após a decretação do estado de sítio no país centro-americano, e para condenar a expulsão de quatro de seus altos funcionários, que foram barrados no aeroporto de Tegicugalpa.

Após condenar a expulsão dos funcionários, Amselem criticou duramente a presença de Zelaya na embaixada brasileira em Tegucigalpa, onde permanece ao lado de dezenas de partidários.

"Deveria exercer sua liderança e pedir a seus seguidores que se manifestem pacificamente". Zelaya, como o regime de fato, "devem entender que o povo está sofrendo", destacou o diplomata.

O presidente deposto, que está há uma semana abrigado na embaixada do Brasil, após entrar secretamente no país, "deveria parar de agir como se estivesse em um velho filme de Woody Allen".

Em aparente referência ao Brasil e à Venezuela, Amselem destacou que os que facilitaram a volta de Zelaya a Honduras têm especial responsabilidade para prevenir a violência e manter o bem-estar do povo hondurenho".

jz-/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG