EUA responsabilizam Hisbolá pela morte de civis libaneses em combate

Washington, 9 mai (EFE).- O grupo xiita libanês Hisbolá, apoiado por Síria e Irã, é responsável pela morte de civis inocentes nos combates no Líbano, afirmou nesta sexta-feira o Governo americano, que fez um apelo à comunidade internacional para tomar medidas.

EFE |

Em comunicado, a secretária de Estado dos Estados Unidos, Condoleezza Rice, se declarou "profundamente preocupada" com a violência no Líbano e condenou o uso da força por grupos armados "ilegítimos".

Segundo Rice, o Hisbolá quer proteger com suas ações seu "Estado dentro do Estado", tirou proveito de seus aliados e demonstrou seu desprezo com os cidadãos libaneses.

Rice pediu a "todas as partes" para respeitarem o Estado de direito, e assegurou que o apoio dos Estados Unidos ao legitimamente constituído Governo libanês, suas instituições democráticas e suas medidas de segurança "é inquebrantável".

"Este respaldo é uma reflexão do nosso firme compromisso com os cidadãos libaneses e sua esperança por uma mudança democrática, prosperidade econômica e harmonia entre as confissões religiosas", acrescentou.

A secretária de Estado assegurou, neste sentido, que os Estados Unidos apoiarão o Governo libanês nesta crise e lhe fornecerá a ajuda que necessite para enfrentá-la. EFE cae/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG