EUA rejeitam se reunir com Coreia do Norte em cúpula asiática

WASHINGTON - O governo dos Estados Unidos não planeja, pelo menos por enquanto, se reunir na próxima semana com autoridades norte-coreanas durante a reunião ministerial da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) que será realizada em Phuket, na Tailândia.

EFE |


O subsecretário-adjunto de Estado para o Leste Asiático e embaixador do governo americano para a Asean, Scot Marciel, disse nesta quarta-feira que não é provável que durante esse encontro ocorra uma reunião dos países que participam das conversas de seis lados (duas Coreias, EUA, Rússia, Japão e China) sobre o programa nuclear de Pyongyang.

Um encontro deste grupo de potências poderia ter acontecido à margem das sessões da Asean, mas Marciel explicou que provavelmente haverá em seu lugar reuniões bilaterais entre Coreia do Sul, Estados Unidos, Japão e China.

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, participará com Marciel nas sessões da Asean, como parte da viagem que fará esta semana e na próxima por Índia e Tailândia.

Na quinta-feira, Hillary viaja à Índia, onde permanecerá até o dia 21, quando irá a Bangcoc e Phuket.

Durante a cúpula da Asean também poderia ser debatida a situação em Mianmar, onde os EUA pretendem promover outra estratégia para provocar mudanças democráticas.

Atualmente, o país revisa sua política em direção a Mianmar, um processo que perdeu força pelos maus-tratos aos quais é submetida a líder opositora e prêmio Nobel da Paz Aung San Suu Kyi, que passou em prisão domiciliar 14 dos últimos 20 anos e é acusada de violar os termos da pena que cumpria desde 2003.


Leia mais sobre Coreia do Norte

    Leia tudo sobre: armas nuclearescoréia do nortenegociação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG