EUA reiteram apelo à calma em Honduras depois da volta de Zelaya

Os Estados Unidos esperam que todas as partes em Honduras se abstenham de usar da violência, declarou nesta segunda-feira o porta-voz do Departamento de Estado, Ian Kelly, pouco depois de confirmada a volta do presidente deposto Manuel Zelaya a seu país.

AFP |

"Tudo que posso dizer neste momento é reiterar nosso pedido quase diários a ambas as partes para que se abstenham de qualquer ação que possa resultar em violência", declarou à imprensa.

O porta-voz confirmou que Zelaya se achava em Tegucigalpa, segundo fontes diplomáticas americanas, mas disse não ter maiores detalhes.

jz/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG