EUA registram quarta morte por gripe H1N1

PHOENIX (Reuters) - Uma mulher do Estado do Arizona com problemas pulmonares morreu da gripe H1N1, disseram autoridades norte-americanas na quinta-feira. O Departamento de Saúde Pública do Condado de Maricopa disse que uma mulher com quase 50 anos e um problema crônico de pulmão morreu na semana passada por complicações com o vírus da influenza H1N1.

Reuters |

A morte é a primeira no Arizona associada à nova gripe e a quarta nos Estados Unidos, disse o departamento em um comunicado à imprensa.

"Infelizmente, nós sabíamos que isso aconteceria. A gripe é séria, especialmente para aqueles com problemas crônicos de saúde", disse Bob England, diretor do Departamento de Saúde Pública de Maricopa.

A doença, popularmente conhecida como gripe suína, matou 65 pessoas -- 60 das quais no México -- e infectou aproximadamente 6.500 em 33 países, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

A gripe sazonal comum mata aproximadamente 500 mil pessoas todos os anos no mundo inteiro.

(Reportagem de Tim Gaynor)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG