Washington, 13 jun (EFE).- As autoridades de saúde dos Estados Unidos identificaram desde abril pelo menos 228 casos de infecção por salmonela vinculados a um lote de tomates contaminados, por isso que mantiveram hoje sua advertência sobre o consumo desse produto.

O Centro para Controle de Doenças (CDC, sigla em inglês) informou que foram detectados 61 casos novos de salmonelose nos estados da Flórida, Geórgia, Missouri, Nova York, Tennessee e Vermont.

A agência de saúde pública disse que um homem de mais de 60 anos e que morreu de câncer sofreu uma infecção de salmonela Saintpaul, mas a morte não foi atribuída à doença intestinal.

As principais cadeias de supermercados e restaurantes dos Estados Unidos, incluindo o McDonald's, retiraram esta semana alguns tipos de tomates crus de seus menus devido ao foco de salmonelose registrado em 23 estados do país.

A salmonelose pode causar dano grave, e às vezes fatal, especialmente em crianças, idosos e pessoas que têm um sistema de imunidade debilitado. EFE jab/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.