EUA registram a segunda morte por causa da gripe suína

Uma mulher do Estado do Texas se tornou a primeira cidadã dos Estados Unidos a morrer por causa vírus da influenza A (H1N1), como vem sendo chamada a gripe suína. Esta é segunda morte causada pela doença em território americano.

BBC Brasil |

Na semana passada, um bebê de 24 meses, natural da Cidade do México, morreu em um hospital da cidade de Houston, no Texas, se tornando a primeira vítima fatal da doença nos Estados Unidos.

Ainda não se sabe muitos detalhes sobre a nova vítima, mas autoridades do Departamento de Saúde do Texas afirmaram que ela era uma moradora do condado de Cameron, na fronteira entre Estados Unidos e México.

De acordo com as autoridades, a portadora do vírus morreu no início desta semana e apresentava outros males crônicos.

Normalidade
Mais de 400 casos da gripe suína já foram confirmados em 38 Estados americanos.

A secretária de Saúde americana, Kathleen Sebelius, disse em uma entrevista coletiva nesta terça-feira que cientistas estão mais confiantes de que o surto do vírus H1N1 talvez não seja tão grave como se temia inicialmente.

Além disso, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos afirmou que até mesmo no México, onde o vírus foi detectado inicialmente, os sinais são de que o surto não parece mais tão intenso.

Na cidade mexicana de Puebla, o presidente Felipe Calderón afirmou que ''pouco a pouco as coisas estão voltando ao normal''.

Na semana passada, a fim de prevenir a propagação da doença, o governo do México pediu o fechamento de todo o comércio do país.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG