EUA registram 37.246 afetados pela gripe, com 211 mortes

Washington, 10 jul (EFE).- O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) disse hoje em seu relatório semanal que a gripe suína afeta 37.

EFE |

246 pessoas nos Estados Unidos, onde 211 morreram por causa do vírus AH1N1.

A epidemia se estendeu pelos 50 estados do país e Distrito de Columbia, onde fica a capital americana, além dos territórios de Guam e Ilhas Virgens Americanas, além do estado livre associado de Porto Rico.

Wisconsin é o estado que apresenta mais afetados com 6.031 e quatro pessoas mortas, seguida do Texas, onde se registrou a primeira vítima fatal em abril passado, com 4.463 casos e 21 falecidos.

Enquanto o número de afetados continua subindo, o presidente Barack Obama pediu às autoridades locais e estatais que se preparem para uma possível alta da gripe suína no final do ano, e para administrar uma futura vacina em milhões de pessoas.

Os EUA não decidiram ainda quantas pessoas pretende imunizar e está à espera dos testes de laboratório para tomar a decisão final de seu plano de vacinação.

O CDC lembrou que a maioria dos casos da nova influenza apresenta sintomas similares aos da gripe estacional.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE elv/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG