Os passageiros que viajarem aos Estados Unidos enfrentarão medidas de segurança reforçadas após o atentado frustrado contra um avião no Natal, mas os controles nos voos domésticos não sofrerão maiores mudanças, informou nesta segunda-feira a agência encarregada da segurança do transporte aéreo (TSA, sigla em inglês).

A agência recomenda aos passageiros que cheguem ao aeroporto uma hora antes do indicado para voos aos Estados Unidos, e pede aos terminais internacionais que adotem "medidas adicionais de segurança".

"Os passageiros que chegam aos Estados Unidos do exterior devem observar medidas de segurança adicionais nos aeroportos internacionais, como maior controle na sala de embarque, incluindo revista pessoal", destaca a TSA em seu site.

"Durante o voo, será solicitado aos passageiros que sigam as instruções da tripulação, como guardar artigos pessoais, desligar equipamentos eletrônicos e permanecer sentado durante certos períodos".

Alguns passageiros já informaram revistas pessoais, de sua bagagem de mão e restrições de ida ao banheiro e de uso de aparelhos eletrônicos durante o voo.

mso/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.