EUA: redução de impostos para famílias e fim de privilégios petroleiros

O Departamento do Tesouro norte-americano anunciou nesta segunda-feira que as reduções de impostos prometidas à classe média pelo presidente Barack Obama alcançarão 736 bilhões de dólares em 10 anos, o que deverá permitir a uma família típica economizar 800 dólares anuais.

AFP |

As pequenas e médias empresas serão beneficiadas com reduções de impostos de 100 bilhões de dólares no mesmo período, acrescentou o Tesouro em um comunicado.

"Por meio das reduções fiscais para os pequenos negócios e para as famílias de classe média, assim como para os investimentos em inovação, investimos diretamente em nossas comunidades, criando novos postos de trabalho, e encaminhando nossa nação à recuperação", disse o secretário do Tesouro, Timothy Geithner.

Por outro lado, o governo anuncia a suspensão de várias dezenas de benefícios fiscais que custam "centenas de bilhões de dólares ao Estado".

O Tesouro anuncia assim o fim das vantagens fiscais para as companhias de petróleo, principalmente das isenções que beneficiam a exploração e a perfuração petroleira.

Nesta segunda-feira o Tesouro americano anunciou também o restabelecimento da alíquota máxima de 39,6% a ser paga pelos contribuintes mais ricos, e que havia sido suprimida em 2001 pelo governo do presidente George W. Bush.

mj/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG