EUA querem participar de negociações com Irã sobre programa nuclear

WASHINGTON - Os Estados Unidos disseram hoje que pretendem participar das negociações que Reino Unido, China, França, Rússia e Alemanha mantêm com o Irã sobre o programa nuclear deste último país.

EFE |

O anúncio, divulgado pelo porta-voz do Departamento de Estado Robert Wood, representa uma mudança em relação à política do ex-presidente George W. Bush, que, com a rara exceção de julho do ano passado, evitou enviar representantes a esse tipo de reunião.

Wood revelou que o número três do Departamento de Estado, William Burns, informou hoje aos cinco países interlocutores do Irã de sua decisão durante uma reunião em Londres.

O grupo, conhecido como P5+1, por ser integrado pelos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas (EUA, Grã-Bretanha, China, França e Rússia) mais Alemanha, planeja convidar o Irã para mais uma rodada de negociações a fim de acabar com a estagnação em que elas se encontram atualmente.

"Os Estados Unidos seguem comprometidos com o processo P5+1. A diferença é que, agora, se somarão às discussões do P5+1 com o Irã a partir de agora", declarou Wood à imprensa.

O porta-voz do Departamento de Estado disse esperar que se o Irã aceita a oferta e supere o "ponto morto" nas negociações dos últimos anos, e que se estabeleça uma cooperação com Teerã para solucionar as preocupações da comunidade internacional sobre seu programa nuclear.

"Qualquer avanço será o resultado dos esforços coletivos de todas as partes, inclusive do Irã", acrescentou.

"Washington quer uma solução diplomática ao problema nuclear e isso requer a vontade de nos comprometermos diretamente uns com os outros em um clima de respeito mútuo e interesses mútuos", concluiu.

EFE tb/jp

    Leia tudo sobre: eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG