EUA querem Cuba no sistema interamericano, se cumprir carta democrática

Os Estados Unidos esperam o dia em que Cuba voltará ao sistema interamericano, depois que esse país cumprir com a Carta Democrática da OEA (Organização dos Estados Americanos), afirmou nesta quarta-feira o subsecretário de Estado norte-americano, James Steinberg.

AFP |

"Esperamos o dia em que todos os países do continente, inclusive Cuba, se sentarão em torno desta mesa especial de uma forma que seja consistente com os princípios da Carta Democrática Interamericana", disse Steinberg, durante seu discurso na conferência anual do Conselho das Américas.

Steinberg afirmou que "os EUA buscam um novo começo com Cuba, para o qual vêm adotando medidas que promoverão a liberdade e criarão oportunidades para o povo cubano".

O presidente americano, Barack Obama, retirou em abril as restrições aos cubano-americanos para viajar e enviar remessas à ilha comunista, e mostrou seu desejo de dialogar com o regime castrista, sempre que este mostrar abertura democrática.

"O presidente deixou claro nossa disposição para falar com o governo cubano sobre muitos temas. Mas enquanto os EUA estendem a mão ao povo cubano devemos chamar nossos amigos no continente a se unirem em apoio à liberdade, igualdade e direitos humanos en Cuba", destacou.

du/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG